TER, 16 JUN, 17h // Conversas Soltas: Trabalhadoras Têxteis na Crise Global

O Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR), no âmbito do seu ciclo semanal online “Conversas Soltas”, realizará uma sessão sobre a situação das trabalhadoras têxteis, com especial enfoque no contexto da crise global da COVID-19

Enquanto as grandes marcas da indústria têxtil fecham lojas por todo o mundo e cancelam encomendas que já foram produzidas, do outro lado da cadeia de fornecimento, as/xs trabalhadoras/xs – na sua grande maioria, mulheres – sofrem despedimentos colectivos e layoffs.

Perante esta conjuntura, reafirma-se a necessidade de fornecer melhores redes de protecção social e segurança às/xs trabalhadoras/xs de um sector que, mesmo antes da crise da COVID-19, já era marcado pela extrema precariedade e pobreza. Urge, então, reflectir sobre o impacto da roupa que vestimos e dos sapatos que calçamos.

Para nos dar a conhecer melhor estas realidades e responder a questões, contaremos com a participação de:
– Guida Vieira: Ex-operária de bordados, ex-Presidente do Sindicato dos Bordados da Madeira, ex-Dirigente da USAM – União dos Sindicatos do Arquipélago da Madeira, fundadora do núcleo da UMAR Madeira e ex-dirigente nacional da UMAR.

– Sofia Barradas: Mestranda em Trabalho, Activismo e Desenvolvimento na School of Oriental and African Studies (SOAS), cuja tese será sobre a relação entre as condições de trabalho na indústria têxtil do Bangladesh e o impacto de crises e tragédias na vida dxs trabalhadorxs deste setor, com foco no impacto do Rana Plaza e da crise da COVID-19. Consultora de Investigação para a Clean Clothes Campaign.

Inscrições para o e-mail: centroculturafeminista@gmail.com. O link de acesso será enviado cerca de 15 minutos antes do início da sessão.

Saudações feministas!

TER, 12 MAI 17h // Conversas Soltas: Cultura e Crise

Para a próxima semana, o Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR), em continuidade do ciclo “Conversas Soltas”, de debate e troca de experiências sobre assuntos que afectam as mulheres na actualidade, dedicará a próxima tertúlia na 3ª feira, 12 de Maio, às 17h à problemática da Cultura e Crise, com ênfase na precariedade, desafios e resistência neste sector.

Para enriquecer esta conversa, moderada por Joana Sales, teremos as seguintes participações:

Cristina Carvalheira: fundadora da Legendmain Films

Dalila LaMour: palhaça, poetisa e educadora social

Margarida Barata: actriz e dirigente do CENA-STE – Sindicato dos Trabalhadores de Espectáculos, do Audiovisual e dos Músicos

Solicitamos inscrição para o e-mail centroculturafeminista@gmail.com ou por mensagem privada nas nossas páginas de Facebook e Instagram (umar_feminismos) e, um pouco antes do início, será enviado o link de acesso às pessoas inscritas.

Saudações feministas da UMAR!

Universidade Feminista em Maio! 4ªs feiras 07, 14, 21, 28 e dia 30: “Porque o trabalho das mulheres é desvalorizado!?”

Caras/os amigas/os,

Lembramos que esta 4ª feira, dia 30 de Abril às 18h30 no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) às 18h30 teremos a conferência “40 anos após Abril: a participação política e o acesso ao poder”.

E temos o prazer de mostrar porque Maio rima com trabalho… o programa do 5º ciclo da Universidade Feminista para o mês de MAIO 2014 é dedicado a esta temática: “Ser famosa é ter o nome nas palavras cruzadas ou porque o trabalho das mulheres é desvalorizado” – a decorrer no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR).
As sessões dedicadas ao trabalho das mulheres (invisibilidade histórica do seu trabalho, género e sindicalismo, serviço doméstico e feminismo, desigualdades de género, precariedade…) serão às: 4ªas feiras, dias 07, 14, 21, 28 de Maio (18h30-20h30) e na 6ª feira dia 30 de Maio (17h30-19h30).

inscrições para universidadefeminista@gmail.com
inscrições para universidadefeminista@gmail.com Clica na imagem para AUMENTAR