O CCIF/UMAR fora de portas! Nos próximos dias 6, 7 e 8 de Abril em Santiago de Compostela, Galiza!

Pelo segundo ano consecutivo, o Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR),  através da nossa associação, a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta, participa na organização dos Encontros Itinerantes de Mulheres da Lusofonia. Mulheres, Territórios e Memórias. Em 2017, o I Encontro de Mulheres da Lusofonia decorreu em Vilar de Santos, concelho de Ourense (Galiza) e este ano será em Santiago de Compostela, também na Galiza.

II ENCONTRO MULHERES DA LUSOFONIA (1).jpg

As entidades organizadoras do II Encontro de Mulheres da Lusofonia: Mulheres, territórios e memórias são a Academia Galega da Língua Portuguesa, a Associação Pró-AGLP, e a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta. O encontro visa criar uma rede plural feminista de mulheres do espaço lusófono, potenciando um entrecruzamento de diálogos, de experiências e de conhecimento.

O II Encontro Mulheres da Lusofonia conta com o apoio da

  • Comissão Temática de Promoção e Difusão da Língua Portuguesa dos Observadores Consultivos da CPLP
  • Concelho de Santiago de Compostela
  • Livraria Lila de Lilith – Santiago de Compostela
  • Museu do Aljube. Resistência e Liberdade – Lisboa
  • Projeto Cárcere – Corunha/Galiza
  • Marcha Mundial das Mulheres-Galiza
  • Plataforma Feminista Galega
  • Ondjango Feminista – Angola
  • Fórum Mulher – Moçambique

O programa (infra) reflete o carácter feminista, anticolonial e internacionalista destes encontros de mulheres dos países de expressão portuguesa.

A entrada é livre, sujeita a inscrição (gratuita) para mulhereslusofonia@gmail.com

PROGRAMA:

Programa II Encontro_ final

A UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta participará no painel Entre o Ativismo e a Pesquisa. Mulheres na Resistência (com a participação do nosso projeto Memória e Feminismos e no painel Feminismos no Espaço Lusófono. Estará ainda nas mesas de abertura e de encerramento.

Mais informação em: http://www.facebook.com/mulheresdalusofonia

Contamos convosco e/ou com a vossa divulgação! Obrigada!

 

Anúncios

SEX 30JUN, SÁB 01JUL e DOM 02JUL // Primeiras Jornadas: Prisões e Mulheres

Inscrições ainda abertas, aqui.

Programa das Primeiras Jornadas “As Prisões e as Mulheres”

Sexta, 30 de Junho
18:00-18:30 / Abertura das Jornadas
18:30-21:00 / Tertúlia sobre prisões

Sábado, 1 de Julho
10:00-12:30 / Toda a prisão é uma prisão política
-Ana Costa de Almeida
-Aurora Rodrigues
-Grupo LPML-Maria de Lurdes

12:30-14:00 / Almoço Livre

14:00 – 14h30 Apresentações do livro “Mulheres Guerreiras”
14:30-16:30 / Prisões e Mulheres
-Catarina Fróis com apresentaçao do seu último livro
“Mulheres condenadas Histórias de dentro da Prisão”
https://escritores.online/mulheres-condenadas-historias-de…/
-Ricardo Loureiro – Direitos Humanos, Prisões e Mulheres

16:45-18:45 / Redes Familiares e Prisões
– Testemunho(s) de mulheres com familiares em prisão *
– Ana Sofia Freitas – Rede “Children of prisoners”
http://childrenofprisoners.eu/
– Carla Mendes – Projeto Trampolim E6G
19:00 / Documentário: Anti-Mulleres. Existir Mal
https://www.youtube.com/watch?v=t3cXOwF2FcM

Domingo, 2 de Julho
10:00-11:30 / Grupos de apoio e de resistência de mulheres presas
– Salhaketa
http://www.salhaketa.org/
-Mulheres encarceradas elas existem – Brasil *
https://elasexistem.wordpress.com/
-Pastoral Carcerária Nacional – Brasil*
http://carceraria.org.br/

12:00-13:30 / Perspectivas futuras conjuntas
-António Pedro Dores – Observatório Europeu das Prisões
-União de Mulheres Alternativa e Resposta- UMAR

As jornadas irão organizar-se em mesas redondas com pessoas convidadas para iniciarem o debate e reflexão colectiva entre todas.

mulheres e prisoes

SEX 30JUN, SÁB 01JUL e DOM 02JUL // Primeiras Jornadas: Prisões e Mulheres

e7056e_85dd1aced1f44d618a733939bd6268e8~mv2

As Primeiras Jornadas: Prisões e Mulheres têm origem no trabalho colectivo de diversas pessoas (com trabalho em associações, organizações e projetos académicos comprometidos com a defesas dos direitos das pessoas presas e suas famílias) que estão a organizar este evento com a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta e o OEP – Observatório Europeu das Prisões.

As Primeiras Jornadas: Prisões e Mulheres decorrerão em Lisboa, no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) no seguinte horário:

  • 6.ª feira, 30 de Junho (18h00-21h00)
  • Sábado, 1 de Julho (10h00-21h00)
  • Domingo, 2 de Julho (10h00-13h30)

Inscrições gratuitas mas obrigatórias, aqui.

Evento: www.facebook.com/jornadas.prisoes.mulheres.2017/

Portal do evento: https://jornadasprisoesemu.wixsite.com/2017

Programa: https://jornadasprisoesemu.wixsite.com/2017/programacao

mulheres e prisoes