Dias 5 e 6 Agosto no CCIF/UMAR // Eventos inéditos de ALOK em Portugal !!!

O Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) e o Colectivo de artes performativas Mãos de Cura, composto por artistas trans e de género diverso afrodescendentes, Brasileirxs e do Médio Oriente que encerraram recentemente a 19ª Marcha do Orgulho lgbti+ de Lisboa – têm o prazer de anunciar a realização de três eventos inéditos no CCIF/UMAR de ALOK!

  • DOMINGO, 5 de AGOSTO, 17h00 | Beyond Gender

  • SEGUNDA, 6 de AGOSTO, 15h00 | Feelings: A Workshop on Emotional Justice

  • SEGUNDA, 6 de AGOSTO, 20h00 | Femme in Public

ALOK (pronomes: Eli/Deli) é artista performative, escritore e educadore, de género não-conformista. O seu estilo ecléctico, comédia política e desafio poético ao binário de género são internacionalmente aclamados. Alok foi recentemente a pessoa mais jovem premiada com o prestigioso Live Works Performance Act Award, prémio atribuído a 10 artistas performatives do mundo inteiro. O trabalho de Alok foi divulgado pela HBO, MTV, National Geographic, The Guardian e outros media.

Na sua estreia em Portugal, Alok Vaid-Menon, apresentade por Mãos de Cura, traz dois workshops e uma performance essenciais ao Centro de Cultura e Intervenção Feminista CCIF/UMAR.

alok_redes_sociais


 

INSCRIÇÕES OBRIGATÓRIAS PARA: coletivomaosdecura@gmail.com                                Número máximo de participantes por workshop: 30 pessoas

BEYOND GENDER / Para Além do Género 
DOMINGO, 5 Agosto às 17h00
Centro de Cultura e Intervenção Feminista CCIF/UMAR

Contribuições recentes de ativistas e académicxs não-bináries e de género diverso contestaram fundamentalmente os pressupostos base das políticas gay e feministas. O nosso objetivo é simplesmente adquirir direitos iguais para as mulheres ou é desafiar, antes de mais, a própria categoria de ‘mulher’ e ‘homem’?. O nosso problema é referirem-se a nós pelos pronomes de género errados ou é, antes de mais, a própria atribuição de um género? Neste workshop interativo seguimos uma abordagem interseccional e transfeminista para nos movermos para além de binários de género e melhor compreender as raízes da violência de género.

FEELINGS: A WORKSHOP ON EMOTIONAL JUSTICE / Sentimentos: Um Workshop de Justiça Emocional
SEGUNDA, 6 Agosto às 15h00

Quantes de nós já usaram teoria para legitimar os nossos sentimentos? Quantas palavras caras desenvolvemos para não termos que dizer, “Tenho medo?” O que acontece quando reconhecemos que sentimentos são válidos por si só? Neste workshop abordamos inveja, solidão, mágoa, amor, anseio, e todas as partes de nós que são muitas vezes postas de parte e desvalorizadas. Juntes desenvolvemos linguagem, estruturas, e estratégias de justiça emocional.

PERFORMANCE 
€20 | Bilhetes: https://tinyurl.com/y9hwwldn

FEMME IN PUBLIC / Femme em Público
SEGUNDA, 6 de Agosto às 20h00

Que parte feminina de ti tiveste que destruir para sobreviver neste mundo? Em que momento a feminilidade se torna sinónimo de pedir desculpa? Quem feriu as pessoas que te feriram? Alok Vaid-Menon está a tentar perceber tudo isto. Junta-te a eli para uma noite de poesia, comédia stand-up, drag e mais em que o público é levado numa montanha-russa de emoções do pessoal ao político.

ACESSIBILIDADE:
Os WC são livres (sem género).
Os workshops têm tradução direta.
A performance inclui legendas em Português.

EVENTO, aqui

Anúncios

TER, 3 JUL, 17-22h // SARAU DO FIM DO MUNDO – Música, Poesia, Performance, Instalações, Feira de Arte, Roupa, Acessórios, Gastronomia Brasileira e Turca…

EVENTO ESPECIAL – SARAU DO FIM DO MUNDO!

Esta 3.ª feira, 3 de Julho a partir das 17h00 (Recepção às 17h, início às 18h, término às 22h, entrada franca) no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR): Sarau do Fim do Mundo, pelo Colectivo Mãos de Cura!!!

Um evento único para celebrar e honrar a feminilidade e não-conformidade ao binário de género!

Juntes festejamos com música, poesia, performance, instalações, feira de arte, roupa e acessórios, e gastronomia Brasileira e Turca (com opções vegan e bebidas não-alcoólicas)!

36340012_2075361652679803_3254966898286133248_n

COM A PARTICIPAÇÃO ARTÍSTICA DE:

– Luana Júlia, Poeta, Atriz, Performer

– Darsy Art, Ilustração, Instalação

– Guilherme Henriques, Poeta, Ator, Performer

– Rex Timuroğlu – Maquilhador, Ilustrador, Performer

– John Kalagary – Intérprete, Performer, Escritora

– Waquilla Correia Negro – Diretora de Espetáculos, Atriz, Cantora, Escritora

COM A COLABORAÇÃO DE:

– Lolo Arziki, com uma proposta de moda sustentável.

– Bia Leonel, com Neith, marca especializada em colares de tecidos africanos e materiais reciclados.(https://www.instagram.com/neith_tecelagem).

– Maria Bruxxxa com Performance.

 

Evento, aqui. Contamos convosco!

QUI, 21 JUN 20h00 // Artes e Feminismos com a bailarina Mariana Lemos

Na 5.ª feira, 21 de Junho pelas 20h00 estará no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) a bailarina Mariana Lemos, numa tertúlia do ciclo “Artes e Feminismos” moderada por Sofia Roque.

Mariana Lemos JPEG
MARIANA LEMOS:
Artista da dança, bailarina, produtora, professora e criadora com experiência de trabalho regular entre Brasil e Portugal há mais de 15 anos. Em 2018 é orientadora da formação internacional o “Risco da dança” (do c.e.m -centro em movimento) ao lado de Sofia Neuparth e Peter Michael Dietz. Em 2016 é co-criadora do Coletivo Lagoa. Recentemente foi bolsista da FCG- Fundação Calouste Gulbenkian no Curso de Comunicação das Artes do Corpo, na PUC/SP/Brasil sob orientação de Christine Greiner (2013/14). É Mestre em Metodologias do ensino da Dança pela ESD – Escola Superior de Dança de Lisboa (2011). Licenciada em Dança pela UNICAMP/ Brasil (2002) onde trabalhou com Holly Cavrel e a Cia Domínio Público (2002-2004). Destaca no seu percurso de vida o Projeto Ir, junto de mulheres em contexto de prostituição de rua em Lisboa (entre 2005/2012). Desde 2004 faz parte da equipa de fundo do c.e.m e destaca a orientação permanente e o acompanhamento por parte de Sofia Neuparth, com quem vem estudando e criando desde a chegada em Portugal.

SOFIA ROQUE:
Membro do Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa e doutoranda em Filosofia Política na Faculdade de Letras da UL. Licenciou-se em Filosofia pela FLUL, em 2007. Obteve o grau de Mestre em Filosofia Política, pela mesma instituição, em 2012, com uma dissertação de mestrado intitulada «Política e Modernidade. Crítica da tradição do pensamento político em A Promessa da Política de Hannah Arendt». Actualmente, prossegue o seu trabalho de investigação em torno do pensamento de Hannah Arendt, em particular sobre os temas relacionados com a sua teoria do juízo político. A par da sua actividade como investigadora, é também activista política em movimentos sociais feministas e de combate à precariedade laboral.

Entrada livre. Para mais informações, ver evento.

SÁB, 24 SET, 20h-23h // FEM TOUR TRUCK LISBOA no CCIF/UMAR!

logo-ftt

A nossa associação, UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta, parceira em Lisboa do FEM TOUR TRUCK – Festival Internacional de Videoarte e Activismo Feminista, convida à participação na exibição da mostra de filmes de cariz feminista a decorrer no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) no próximo Sábado,  24 de Setembro, entre as 20h e as 23h.

Esta mostra aborda problemáticas como a violência de género, problemas de identidade, estereótipos e corpos colonizados, dando ênfase na visibilização de uma mulher forte, empoderada, livre e dona de si mesma.

A FEM TOUR TRUCK circula num camião que já percorreu as cidades de Bilbau e de Madrid, e que percorrerá esta semana Covilhã e Lisboa (Portugal) para depois seguir caminho para Valência, Barcelona, Vitória, chegando posteriormente a cidades da Colômbia, Equador e Perú.

 A organização deste evento é da Guerrilla Food Sound System e da MAV – Mujeres en las Artes Visuales.

Em Portugal conta com as parcerias da Associação CooLabora na Covilhã e da UMAR na cidade de Lisboa.

Ver aqui mais sobre esta mostra de filmes.

Contamos com a vossa presença, neste evento único! Entrada livre.
fem-truck-lisboa