TER, 19 MAIO, 17H // Conversas Soltas: Mulheres Migrantes em Tempos Difíceis

A quinta sessão online do ciclo semanal “Conversas Soltas” promovido pelo Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR), será dedicada às mulheres migrantes.

Para enriquecer a conversa, três convidadas oriundas de distintos continentes, Cyntia de Paula (brasileira, Presidente da Casa do Brasil de Lisboa), Maria Dovigo (galega, professora, dirigente da UMAR) e Maria Amado (guineense, técnica da UMAR em projecto de intervenção contra a Mutilação Genital Feminina) intervirão sobre os impactos do Covid-19 na situação já de si mais vulnerável das mulheres imigrantes em Portugal.

Inscrições para o e-mail  centroculturafeminista@gmail.com ou por mensagem privada nas nossas páginas de facebook UMARfeminismos e CentroCulturaFeministaCCIFUMAR.

Saudações feministas

Programação de Maio no CCIF/UMAR

Maio, maduro Maio…

Estando no início do mês, damos a conhecer a Programação Cultural Online do Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) para a qual te poderás desde já inscrever, seleccionando e indicando as actividades em que quererás participar, enviando essa informação para o seguinte e-mail: centroculturafeminista@gmail.com.

Em Maio, daremos seguimento aos nossos ciclos Leituras Partilhadas e Conversas Soltas, totalizando 6 sessões online. Os temas, centrados nas problemáticas que afectam a situação das mulheres em confinamento, abrangerão diferentes aspectos e serão abordados nos seguintes eixos: a crise nas artes e na cultura; literatura; educação; migrações e racismo/xenofobia; preconceito e discriminação com base no género e idade (sexismo idadista).

Neste seguimento, anunciamos que a primeira sessão de Maio decorrerá já na próxima 3ª feira, 5 de Maio, às 17h.

Esta 3.ª sessão do ciclo “Conversas Soltas” será uma oportunidade de debater e de trocar de experiências sobre um dos assuntos que está a afectar particularmente a vida das mulheres na actualidade: a educação em confinamento. Numa perspectiva de género procurar-se-á trocar experiências, conhecimentos e propostas sobre educação nesta fase, numa acção de reflexão conjunta.

undefined
Utilizaremos a plataforma Jitsi Meet, não necessitando de registo ou de instalação. O link de acesso para esta sessão está aqui.

Entra e junta-te às 17h da próxima terça-feira e/ou inscreve-te para as outras próximas actividades do mês de Maio!

Contamos contigo e/ou com a tua divulgação!

QUI, 23 JAN 18H //Capernaum de Nadine Labaki

Na próxima 5.ª feira 23 de Janeiro às 18h, o Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) em Lisboa/Alcântara promoverá uma sessão de visualização do premiado e impactante filme “Capernaum” de 2018, da realizadora libanesa Nadine Labaki.

Uma história cheia de significado politico, apresentando actores/actrizes não profissionais, sobre uma criança libanesa de 12 anos que põe um processo judicial contra os seus pais.

O filme, focado nos constantes e diversos atropelos aos direitos das crianças (indocumentadas, emigrantes, apátridas e refugiadas) e nos desafios destas pela sobrevivência nas ruas de Beirute, ganhou em 2018 o prémio do júri do Festival de Cannes – tendo Nadine Labaki sido a primeira realizadora árabe a consegui-lo!


undefined

Uma potente chamada de atenção para estas realidades e que literalmente já mudou vidas, nomeadamente a do protagonista principal, um pré-adolescente refugiado sírio que vivia num bairro de lata de Beirute, a conseguir asilo na Europa. ♥

Esta obra ganhou os 1.ºs Prémios de Melhor Fotografia nos Festivais de Cinema de Sarajevo, Melbourne, San Sebastian, Cagliari e Miami Gems; Grande Prémio do Público de Mill Vallly; entre outros. Obteve nomeação ao Oscar 2019 (como melhor filme estrangeiro) e ao Prémio British Academy of Film and Television Arts (BAFTA) de 2019.

Trailer oficial: https://www.youtube.com/watch?v=ULUo0048xZE

M/12 | Filme em árabe, legendado em português | 126 min.

Entrada livre!

QUI, 31 OUT 16h00 // Assédio e Mulheres Migrantes

Na próxima 5.ª feira, 31 de Outubro entre as 16 e as 19h o Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) acolherá a tertúlia “Assédio e Mulheres Migrantes” organizada em parceria da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta com a Casa do Brasil de Lisboa no âmbito do seu Projecto “Migrante Participa Fora de Portas – Caminhos para Igualdade”, baseando-se na experiência realizada no âmbito do Projecto Migrante Participa: Caminhos para Igualdade, ambos financiados pelo Programa de Apoio ao Associativismo Imigrante (PAAI).

Este Projecto e tertúlia pretendem fomentar espaços de partilha de experiências e conhecimentos sobre temas relacionados com as mulheres migrantes em Portugal.


undefined

Convidadas:
Andressa Lopes: Membro da Comissão de Apoio às Brasileiras no Exterior (CABE); Técnica da Casa do Brasil de Lisboa; Membro do Grupo Educar de Educação em Portugal; Membro da APEB Coimbra. Mestre em Direito (FDUC), Pesquisadora e Ativista na área de Direitos Humanos, Direitos das Mulheres e Direito Migratório.

Cátia Fortes: Licenciada em Psicologia e Criminologia e recentemente mestre em Criminologia, com tese sobre assédio sexual nas ruas portuguesas, com foco nas minorias étnicas. Colabora com várias organizações feministas e anti-racistas.

Joana Sales: Activista feminista interseccional, é membro da direcção da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta. Técnica de projectos sociais com enfoque no género, nomeadamente no projecto “Assédio Sexual. Quebrar Invisibilidades. Construir uma Cultura de Prevenção e Intervenção”, participou também na dinamização de iniciativas sobre o tema, como a Rota dos Feminismos contra o Assédio Sexual.

Num ambiente informal despenderemos uma tarde a trocar experiências, perspectivas e propostas sobre um tema que infelizmente toca a todas as mulheres e as migrantes com especial enfoque.

Entrada livre!



SEG, 26 FEV 18h00 // Sessão Múltiplas Discriminações: Mulheres Imigrantes

Na próxima semana, 2.ª feira 26 de Fevereiro às 18h00, teremos no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) a segunda sessão do ciclo “Múltiplas Discriminações” do Projecto da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta, Memória e Feminismos, sobre Mulheres Imigrantes.

As convidadas são quatro mulheres imigrantes em Portugal, de regiões representativas de grandes vagas imigratórias para o país: América do Sul, África (PALOP) e Leste Europeu.

As intervenientes serão:

  • Carla Fernandes, jornalista, fundadora do RádioBlog Afrolis em 2014;
  • Cyntia de Paula, psicóloga comunitária, Presidente da Casa do Brasil de Lisboa;
  • Alina Dudcó, Presidente da associação Kalina – Associação dos Imigrantes de Leste;
  • Patrícia Peret, advogada especialista em direito migratório e direito civil.
    ImigrantesCCIFUMAR

Um debate a não perder. Ver evento.

Entrada livre.

QUA, 13 de Julho, 18h30 // Sessão “Olhares feministas sobre a crise dos refugiados”

Venham reflectir e debater connosco no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) na próxima 4.ª Feira, 13 de Julho pelas 18h30, sobre o tema “Olhares feministas sobre a crise dos refugiados”.
Participação de: Ana Luísa Rodrigues (RTP) e de Carolina Moreira (Marcha Mundial das Mulheres).

Uma iniciativa da Universidade Feminista

Sessão UF_Refugiadas_13072016

QUA, 20 Abril, 18h30 | Cabo-Verdianas em Burela: Migração, Relações de Género e Intervenção Social

4.ª feira, 20 de Abril às 18h30 // Intervenção de Luzia Oca González, antropóloga galega e Prof.ª na UTAD desde 2004, sobre (o mito d)a integração das cabo-verdianas entre 1978 e 2008 no município de Burle, na Galiza.

A sua obra Caboverdianas en Burela. Migración, relacións de xénero e intervención social recebeu o Prémio Vicente Risco de Ciências Sociais 2014.

Uma parceria da UMAR e Centro de Estudos Galegos da FCSH-UNL. Com o apoio da Xunta de Galicia.

IMG_5981
Cartaz da Sessão “Cabo-Verdianas em Burela” no CCIF/UMAR, numa parceria da UMAR com o Centro de Estudos Galegos da FCSH-UNL

11188220_467130240144885_5416140675106053453_n
Trabalho premiado resultante da tese de doutoramento com perspectiva de género e feminista, que permite conhecer as dinâmicas sociais internas e externas à comunidade cabo-verdiana em Burela.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Luzia Oca
A antropóloga galega e docente da UTAD, Luzia Oca González, contactou directamente ao longo de 15 anos, esta comunidade migrante em Lugo, Galiza.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Entrada Livre! Saber mais na páginaevento no Facebook do CIIF/UMAR.

Qua, 20 Nov 18h30-20h30 // 1º Ciclo da Universidade Feminista “Migrações e Cidadanias”

É já na próxima quarta-feira, 20 de Novembro, pelas 18h30, que iniciamos o 1º ciclo da Universidade Feminista aqui no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) .
O primeiro ciclo é sobre Migrações e Cidadanias, coordenado pelas Professoras Joana Miranda e Rosana Albuquerque, investigadoras do
CEMRI – Centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais da Universidade Aberta.
Imagem