Programação do CCIF/UMAR para Junho e Junho 2019!

O calor aperta… mas… antes que se abra a época tradicional de férias, teremos ainda algumas actividades em Junho e Julho no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) e duas sessões do CCIF/UMAR Fora de Portas!

Ver infra o nosso folheto:

Programação ccif jun-jul 2019.Lembramos que, como em todos os anos, que não faremos qualquer pausa no Verão e manteremos o nosso funcionamento, estando sempre de portas abertas nos dias úteis e, aos fins de semana, em caso de actividades culturais pré-agendadas. O nosso centro de documentação também continuará aberto para consulta presencial e gratuita.

 

Saudações feministas da UMAR

Anúncios

O CCIF/UMAR dá as muito boas-vindas ao Festival Feminista de Lisboa 2019!

O próximo mês de Maio será de arromba no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) com uma programação muito intensa e diversificada!

À semelhança do ano passado, onde o CCIF/UMAR acolheu um workshop no âmbito do 1.ª Festival Feminista de Lisboa, este ano, no âmbito de uma fantástica parceria, acolheremos cinco iniciativas do 2.ª Festival Feminista de Lisboa que decorrerá durante o mês de Maio subordinado ao tema “Feminismos: a luta no quotidiano”.

Parceria CCIF_UMAR e Festival Feminista de Lisboa 2.ª Edição-1

Actividades conjuntas do Festival Feminista de Lisboa, Maio de 2019, no CCIF/UMAR:

Mais informações no decorrer do próximo mês e/ou consulta-nos no nosso facebook  da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta.

Entrada gratuita para todas as actividades.

Ciclo de Workshops “O Olhar Feminino: uma nova linguagem cinematográfica” em Outubro. Inscrições abertas

O próximo mês será marcado pelo ciclo de 4 workshops nos dias 9, 12, 16 e 19 de Outubro, entre as 19h e as 21h, a realizar em Lisboa/Alcântara no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR)O Olhar Feminino: Uma Nova Linguagem Cinematográfica” que examina de forma transversal o conceito de Olhar Feminino no Cinema.

42182335_10156260845959760_7983840154492076032_n

Este conceito centra-se na sua conexão com o ponto de vista cinematográfico e a ideia do Filme como um universo único, com uma linguagem e mensagem próprios. Nele desenvolvem-se os conceitos de Olhar Masculino (Male Gaze), Olhar Oposicionista, Olhar Feminista e o Olhar Feminino (Female Gaze).

Através da apresentação de diferentes olhares, pontos de vista e linguagens cinematográficos, o workshop pretende apresentar as ferramentas teóricas e práticas necessárias à criação e construção de uma linguagem própria, enquadrada em novas formas de contar no cinema.

Sofia Montelobo

SOFIA MONTELOBO é formada em Realização de Documentário pela EICTV de San Antonio de los Baños, Cuba e Mestre em Direito pela FDUL. Trabalha há quatro anos na área Audiovisual, em Cuba e no Peru, e recentemente regressou a Portugal.

CV completo: http://sofiamontelobo.tumblr.com/post/170923683512/reel-new-reel-under-construction-cv-educaci%C3%B3n

INSCRIÇÕES OBRIGATÓRIAS para: sofiamontelobo@gmail.com

 

QUA, 1 Agosto, 19h00 // Pré-Lançamento em Portugal do documentário brasileiro PRIVILÉGIOS

Iniciaremos o mês de Agosto no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) com a estreia nacional do documentário brasileiro “Privilégios” que aborda questões relevantes sobre os privilégios existentes na sociedade e traz uma chamada para a reflexão de temas que abrangem as relações vinculadas às dinâmicas de género, raça e classe.

Seguir-se-á um debate com a participação da realizadora Rosa Miranda.

Privilégios 01082018

Entrada livre.

Evento, aqui.

SÁB & DOM, 2-3 Junho 14h-18h // Workshop Guião | Roteiro

31788974_918300428294650_5411113207559356416_o

Neste fim-de-semana no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) realizar-se-á o Workshop Guião | Roteiro com Thiago Dantas e a guionista Catarina Bizarro, em que serão analisados filmes, teorias de criação de argumentos cinematográficos e realizados exercícios práticos para criação de personagens, sinopses e cenas.

Estamos na recta final para as inscrições, mas ainda há vagas! Estas devem ser realizadas por e-mail, para: mgoncalves@vostok.art.br.

Vem aprender a criar teu Guião | Roteiro orientado por quem tem experiência neste mercado.

|| EMENTA ||

CENA 1 | DIA

No primeiro dia deste workshop, conhecerás as técnicas que guiam uma boa história e verás cada etapa da elaboração de um Guião | Roteiro. Vais aprender a criar uma personagem e partir para a prática com alguns exercícios orientados.

CENA 2 | DIA

No segundo dia deste workshop, Catarina e Thiago avançam nas etapas da criação do Guião | Roteiro. Desenvolvemos o que foi produzido na primeira aula, dando início à elaboração de tuas próprias histórias. Vamos pôr vossas personagens a viver.

|| INVESTIMENTO ||

30 euros
*Os 10 primeiros inscritos pagam 25 euros.

34016823_10214917974636469_7552961313006157824_n

 

 

 

 

Lançamento do Festival Comunitário Feminista Queer RAMA EM FLOR no CCIF/UMAR!

Hoje, 23 de Maio, entre as 18h e as 21h, lançamento da 2.ª edição do Festival Comunitário Feminista Queer Rama em Flor no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR).

Conversas, Música, Cinema e uma Feira de Zines constituem a programação deste ano, a ser apresentada por Cecília Henriques.

Segue-se um convívio no terraço com soundtrack por Taxila e Mo Probs.

Teaser: Paloma Moniz e Ricardo Gonçalves (AE Fbaul)

Let’s get the party started!

 

O CCIF/UMAR fora de portas! Nos próximos dias 6, 7 e 8 de Abril em Santiago de Compostela, Galiza!

Pelo segundo ano consecutivo, o Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR),  através da nossa associação, a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta, participa na organização dos Encontros Itinerantes de Mulheres da Lusofonia. Mulheres, Territórios e Memórias. Em 2017, o I Encontro de Mulheres da Lusofonia decorreu em Vilar de Santos, concelho de Ourense (Galiza) e este ano será em Santiago de Compostela, também na Galiza.

II ENCONTRO MULHERES DA LUSOFONIA (1).jpg

As entidades organizadoras do II Encontro de Mulheres da Lusofonia: Mulheres, territórios e memórias são a Academia Galega da Língua Portuguesa, a Associação Pró-AGLP, e a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta. O encontro visa criar uma rede plural feminista de mulheres do espaço lusófono, potenciando um entrecruzamento de diálogos, de experiências e de conhecimento.

O II Encontro Mulheres da Lusofonia conta com o apoio da

  • Comissão Temática de Promoção e Difusão da Língua Portuguesa dos Observadores Consultivos da CPLP
  • Concelho de Santiago de Compostela
  • Livraria Lila de Lilith – Santiago de Compostela
  • Museu do Aljube. Resistência e Liberdade – Lisboa
  • Projeto Cárcere – Corunha/Galiza
  • Marcha Mundial das Mulheres-Galiza
  • Plataforma Feminista Galega
  • Ondjango Feminista – Angola
  • Fórum Mulher – Moçambique

O programa (infra) reflete o carácter feminista, anticolonial e internacionalista destes encontros de mulheres dos países de expressão portuguesa.

A entrada é livre, sujeita a inscrição (gratuita) para mulhereslusofonia@gmail.com

PROGRAMA:

Programa II Encontro_ final

A UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta participará no painel Entre o Ativismo e a Pesquisa. Mulheres na Resistência (com a participação do nosso projeto Memória e Feminismos e no painel Feminismos no Espaço Lusófono. Estará ainda nas mesas de abertura e de encerramento.

Mais informação em: http://www.facebook.com/mulheresdalusofonia

Contamos convosco e/ou com a vossa divulgação! Obrigada!

 

O CCIF/UMAR ao rubro! Eventos a não perder nos dias 13, 14 e 15 de Março.

O Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) estará ao rubro nesta semana. Iniciaremos os ciclos “Artes e Feminismos” e “Gerações em Diálogo” e acolheremos o “Newroz Party” do Festival de Cinema Curdo, do qual a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta é uma das entidades parceiras.

TER, 13 MARÇO, 18H00 // CICLO ARTES E FEMINISMOS, COM A PINTORA LENA GAL

Na 3.ª feira, 13 de Março daremos início ao Ciclo Artes e Feminismos, cuja primeira sessão contará com a participação da pintora Lena Gal. Entrada livre.

Lena Gal 13032018

QUA, 14 MARÇO, 19h00 // NEWROZ PARTY – Warm-Up do Festival de Cinema e Artes Curdas

Na 4.ª feira, 14 de Março acolheremos o evento “Newroz Party” que abre o 1. º Festival de Cinema e Artes Curdas em Portugal e que dará a conhecer muito da cultura curda (cinema, literatura, pintura e música) à cidade de Lisboa, durante o mês de Março. 

A UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta apoia este Festival cujo tema desta primeira edição são as mulheres enquanto transmissoras de valores e cultura às gerações mais novas.

Convidamos assim todas/os para celebrar o Newroz (festa da luz), onde teremos música e dança e partilharemos um lanche, assim como conversas sobre o Curdistão, as suas gentes, os seus costumes e as suas artes. Entrada livre.
Warm Up 14032018

QUI, 15 de MARÇO, 18h00 // CICLO GERAÇÕES EM DIÁLOGO, COM HISTORIADORA ALICE SAMARA E LEONOR ROSAS

Na 5.ª feira 15 de Março iniciaremos o Ciclo “Gerações em Diálogo” com a historiadora Alice Samara e sua filha, Leonor Rosas, estudante universitária. 

O objectivo deste ciclo será o de dar a conhecer, todos os meses, gerações de mulheres que se evidenciam pelos seus trajectos emancipatórios numa perspectiva também relacional, de aprendizagens e partilhas entre mulheres de gerações mais velhas e suas descendentes (filhas ou netas).

Ciclo Gerações em Diálogo 15032018

Contamos convosco e com a vossa divulgação.

Saudações feministas da UMAR!

TER, 16 de Maio, 18h30 // Exibição do Documentário #Resistência

Na semana em que o afastamento de Dilma Rousseff completa um ano, a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta e a Universidade Feminista organizam uma sessão de exibição no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) em Lisboa, Alcântara, do recém-lançado documentário brasileiro #Resistência, na próxima 3.ª feira, 16 de Maio às 18h30.

O filme, de 55 minutos, conta a história das ocupações político-culturais que ocorreram em todo país, imediatamente após a votação ocorrida na Câmara dos Deputados, que consagrou o golpe de Estado de 2016 com a votação que ditou o afastamento da primeira mulher eleita presidenta do Brasil, Dilma Rousseff.

#Resistência seguiu durante meses as manifestações e os movimentos de ocupação de edifícios públicos pela exigência de direitos constitucionais (como cultura, educação, igualdade de género e democratização dos media) de resposta a este processo do golpe, que culminou com o impeachment de Dilma Rousseff e seu vice, Michel Temer, tomando posse como presidenta do Brasil.

Entrada livre.

Evento: Exibição do Filme #Resistência no CCIF/UMAR

#ForaTemer #FeministasContraoGolpe

 

QUA, 7 DEZ. 18h30 // Projecção do Documentário Casablanca Calling

 

15232057_1257532257636803_8289593100941528284_n

A UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta com o apoio da Embaixada do Reino dos Países Baixos convida para a sessão de projecção do premiado documentário “Casablanca Calling” da realizadora britânica Rosa Rogers a ter lugar no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) em Lisboa (Alcântara) na próxima 4.ª feira, 7 de Dezembro às 18h30.

Este filme trata sobre uma nova geração de mulheres em Marrocos que lutam pela emancipação das mulheres, pelo direito à educação das meninas e raparigas e contra o casamento precoce.

Filme produzido pela Redbird, ITVS, Al Jazeera Documentaries e Cocottes Minute. Vencedor do Prémio One World Media Award 2015, Women’s Rights in Africa.

Ver trailer, aqui. Filme em árabe, legendado em inglês.

SINOPSE: Casablanca Calling é a história de uma tranquila revolução social em Marrocos. Em um país onde mais de 60% das mulheres nunca foram à escola, uma nova geração de mulheres começou a trabalhar como líderes muçulmanas.

Casablanca Calling segue três destas líderes “Morchidat” – Hannane, Bouchra e Karima – e como elas se propuseram a mudar o seu país, começando ao nível da rua. Elas vão para as mesquitas, escolas, casas, orfanatos, prisões e campo. Apoiam a educação das mulheres e das raparigas; fazem campanhas contra o casamento precoce e incentivam as/ os jovens a construir um Marrocos melhor.

Mais informações no site oficial: http://www.casablancacalling.com

Contamos com a tua presença e/ou divulgação!                                                                             Saudações feministas da UMAR