Ciclo de Workshops “O Olhar Feminino: uma nova linguagem cinematográfica” em Outubro. Inscrições abertas

O próximo mês será marcado pelo ciclo de 4 workshops nos dias 9, 12, 16 e 19 de Outubro, entre as 19h e as 21h, a realizar em Lisboa/Alcântara no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR)O Olhar Feminino: Uma Nova Linguagem Cinematográfica” que examina de forma transversal o conceito de Olhar Feminino no Cinema.

42182335_10156260845959760_7983840154492076032_n

Este conceito centra-se na sua conexão com o ponto de vista cinematográfico e a ideia do Filme como um universo único, com uma linguagem e mensagem próprios. Nele desenvolvem-se os conceitos de Olhar Masculino (Male Gaze), Olhar Oposicionista, Olhar Feminista e o Olhar Feminino (Female Gaze).

Através da apresentação de diferentes olhares, pontos de vista e linguagens cinematográficos, o workshop pretende apresentar as ferramentas teóricas e práticas necessárias à criação e construção de uma linguagem própria, enquadrada em novas formas de contar no cinema.

Sofia Montelobo

SOFIA MONTELOBO é formada em Realização de Documentário pela EICTV de San Antonio de los Baños, Cuba e Mestre em Direito pela FDUL. Trabalha há quatro anos na área Audiovisual, em Cuba e no Peru, e recentemente regressou a Portugal.

CV completo: http://sofiamontelobo.tumblr.com/post/170923683512/reel-new-reel-under-construction-cv-educaci%C3%B3n

INSCRIÇÕES OBRIGATÓRIAS para: sofiamontelobo@gmail.com

 

Anúncios

QUA, 1 Agosto, 19h00 // Pré-Lançamento em Portugal do documentário brasileiro PRIVILÉGIOS

Iniciaremos o mês de Agosto no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) com a estreia nacional do documentário brasileiro “Privilégios” que aborda questões relevantes sobre os privilégios existentes na sociedade e traz uma chamada para a reflexão de temas que abrangem as relações vinculadas às dinâmicas de género, raça e classe.

Seguir-se-á um debate com a participação da realizadora Rosa Miranda.

Privilégios 01082018

Entrada livre.

Evento, aqui.

SÁB & DOM, 2-3 Junho 14h-18h // Workshop Guião | Roteiro

31788974_918300428294650_5411113207559356416_o

Neste fim-de-semana no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) realizar-se-á o Workshop Guião | Roteiro com Thiago Dantas e a guionista Catarina Bizarro, em que serão analisados filmes, teorias de criação de argumentos cinematográficos e realizados exercícios práticos para criação de personagens, sinopses e cenas.

Estamos na recta final para as inscrições, mas ainda há vagas! Estas devem ser realizadas por e-mail, para: mgoncalves@vostok.art.br.

Vem aprender a criar teu Guião | Roteiro orientado por quem tem experiência neste mercado.

|| EMENTA ||

CENA 1 | DIA

No primeiro dia deste workshop, conhecerás as técnicas que guiam uma boa história e verás cada etapa da elaboração de um Guião | Roteiro. Vais aprender a criar uma personagem e partir para a prática com alguns exercícios orientados.

CENA 2 | DIA

No segundo dia deste workshop, Catarina e Thiago avançam nas etapas da criação do Guião | Roteiro. Desenvolvemos o que foi produzido na primeira aula, dando início à elaboração de tuas próprias histórias. Vamos pôr vossas personagens a viver.

|| INVESTIMENTO ||

30 euros
*Os 10 primeiros inscritos pagam 25 euros.

34016823_10214917974636469_7552961313006157824_n

 

 

 

 

Lançamento do Festival Comunitário Feminista Queer RAMA EM FLOR no CCIF/UMAR!

Hoje, 23 de Maio, entre as 18h e as 21h, lançamento da 2.ª edição do Festival Comunitário Feminista Queer Rama em Flor no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR).

Conversas, Música, Cinema e uma Feira de Zines constituem a programação deste ano, a ser apresentada por Cecília Henriques.

Segue-se um convívio no terraço com soundtrack por Taxila e Mo Probs.

Teaser: Paloma Moniz e Ricardo Gonçalves (AE Fbaul)

Let’s get the party started!

 

O CCIF/UMAR fora de portas! Nos próximos dias 6, 7 e 8 de Abril em Santiago de Compostela, Galiza!

Pelo segundo ano consecutivo, o Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR),  através da nossa associação, a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta, participa na organização dos Encontros Itinerantes de Mulheres da Lusofonia. Mulheres, Territórios e Memórias. Em 2017, o I Encontro de Mulheres da Lusofonia decorreu em Vilar de Santos, concelho de Ourense (Galiza) e este ano será em Santiago de Compostela, também na Galiza.

II ENCONTRO MULHERES DA LUSOFONIA (1).jpg

As entidades organizadoras do II Encontro de Mulheres da Lusofonia: Mulheres, territórios e memórias são a Academia Galega da Língua Portuguesa, a Associação Pró-AGLP, e a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta. O encontro visa criar uma rede plural feminista de mulheres do espaço lusófono, potenciando um entrecruzamento de diálogos, de experiências e de conhecimento.

O II Encontro Mulheres da Lusofonia conta com o apoio da

  • Comissão Temática de Promoção e Difusão da Língua Portuguesa dos Observadores Consultivos da CPLP
  • Concelho de Santiago de Compostela
  • Livraria Lila de Lilith – Santiago de Compostela
  • Museu do Aljube. Resistência e Liberdade – Lisboa
  • Projeto Cárcere – Corunha/Galiza
  • Marcha Mundial das Mulheres-Galiza
  • Plataforma Feminista Galega
  • Ondjango Feminista – Angola
  • Fórum Mulher – Moçambique

O programa (infra) reflete o carácter feminista, anticolonial e internacionalista destes encontros de mulheres dos países de expressão portuguesa.

A entrada é livre, sujeita a inscrição (gratuita) para mulhereslusofonia@gmail.com

PROGRAMA:

Programa II Encontro_ final

A UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta participará no painel Entre o Ativismo e a Pesquisa. Mulheres na Resistência (com a participação do nosso projeto Memória e Feminismos e no painel Feminismos no Espaço Lusófono. Estará ainda nas mesas de abertura e de encerramento.

Mais informação em: http://www.facebook.com/mulheresdalusofonia

Contamos convosco e/ou com a vossa divulgação! Obrigada!

 

O CCIF/UMAR ao rubro! Eventos a não perder nos dias 13, 14 e 15 de Março.

O Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) estará ao rubro nesta semana. Iniciaremos os ciclos “Artes e Feminismos” e “Gerações em Diálogo” e acolheremos o “Newroz Party” do Festival de Cinema Curdo, do qual a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta é uma das entidades parceiras.

TER, 13 MARÇO, 18H00 // CICLO ARTES E FEMINISMOS, COM A PINTORA LENA GAL

Na 3.ª feira, 13 de Março daremos início ao Ciclo Artes e Feminismos, cuja primeira sessão contará com a participação da pintora Lena Gal. Entrada livre.

Lena Gal 13032018

QUA, 14 MARÇO, 19h00 // NEWROZ PARTY – Warm-Up do Festival de Cinema e Artes Curdas

Na 4.ª feira, 14 de Março acolheremos o evento “Newroz Party” que abre o 1. º Festival de Cinema e Artes Curdas em Portugal e que dará a conhecer muito da cultura curda (cinema, literatura, pintura e música) à cidade de Lisboa, durante o mês de Março. 

A UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta apoia este Festival cujo tema desta primeira edição são as mulheres enquanto transmissoras de valores e cultura às gerações mais novas.

Convidamos assim todas/os para celebrar o Newroz (festa da luz), onde teremos música e dança e partilharemos um lanche, assim como conversas sobre o Curdistão, as suas gentes, os seus costumes e as suas artes. Entrada livre.
Warm Up 14032018

QUI, 15 de MARÇO, 18h00 // CICLO GERAÇÕES EM DIÁLOGO, COM HISTORIADORA ALICE SAMARA E LEONOR ROSAS

Na 5.ª feira 15 de Março iniciaremos o Ciclo “Gerações em Diálogo” com a historiadora Alice Samara e sua filha, Leonor Rosas, estudante universitária. 

O objectivo deste ciclo será o de dar a conhecer, todos os meses, gerações de mulheres que se evidenciam pelos seus trajectos emancipatórios numa perspectiva também relacional, de aprendizagens e partilhas entre mulheres de gerações mais velhas e suas descendentes (filhas ou netas).

Ciclo Gerações em Diálogo 15032018

Contamos convosco e com a vossa divulgação.

Saudações feministas da UMAR!

TER, 16 de Maio, 18h30 // Exibição do Documentário #Resistência

Na semana em que o afastamento de Dilma Rousseff completa um ano, a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta e a Universidade Feminista organizam uma sessão de exibição no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) em Lisboa, Alcântara, do recém-lançado documentário brasileiro #Resistência, na próxima 3.ª feira, 16 de Maio às 18h30.

O filme, de 55 minutos, conta a história das ocupações político-culturais que ocorreram em todo país, imediatamente após a votação ocorrida na Câmara dos Deputados, que consagrou o golpe de Estado de 2016 com a votação que ditou o afastamento da primeira mulher eleita presidenta do Brasil, Dilma Rousseff.

#Resistência seguiu durante meses as manifestações e os movimentos de ocupação de edifícios públicos pela exigência de direitos constitucionais (como cultura, educação, igualdade de género e democratização dos media) de resposta a este processo do golpe, que culminou com o impeachment de Dilma Rousseff e seu vice, Michel Temer, tomando posse como presidenta do Brasil.

Entrada livre.

Evento: Exibição do Filme #Resistência no CCIF/UMAR

#ForaTemer #FeministasContraoGolpe

 

QUA, 7 DEZ. 18h30 // Projecção do Documentário Casablanca Calling

 

15232057_1257532257636803_8289593100941528284_n

A UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta com o apoio da Embaixada do Reino dos Países Baixos convida para a sessão de projecção do premiado documentário “Casablanca Calling” da realizadora britânica Rosa Rogers a ter lugar no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) em Lisboa (Alcântara) na próxima 4.ª feira, 7 de Dezembro às 18h30.

Este filme trata sobre uma nova geração de mulheres em Marrocos que lutam pela emancipação das mulheres, pelo direito à educação das meninas e raparigas e contra o casamento precoce.

Filme produzido pela Redbird, ITVS, Al Jazeera Documentaries e Cocottes Minute. Vencedor do Prémio One World Media Award 2015, Women’s Rights in Africa.

Ver trailer, aqui. Filme em árabe, legendado em inglês.

SINOPSE: Casablanca Calling é a história de uma tranquila revolução social em Marrocos. Em um país onde mais de 60% das mulheres nunca foram à escola, uma nova geração de mulheres começou a trabalhar como líderes muçulmanas.

Casablanca Calling segue três destas líderes “Morchidat” – Hannane, Bouchra e Karima – e como elas se propuseram a mudar o seu país, começando ao nível da rua. Elas vão para as mesquitas, escolas, casas, orfanatos, prisões e campo. Apoiam a educação das mulheres e das raparigas; fazem campanhas contra o casamento precoce e incentivam as/ os jovens a construir um Marrocos melhor.

Mais informações no site oficial: http://www.casablancacalling.com

Contamos com a tua presença e/ou divulgação!                                                                             Saudações feministas da UMAR

SÁB, 24 SET, 20h-23h // FEM TOUR TRUCK LISBOA no CCIF/UMAR!

logo-ftt

A nossa associação, UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta, parceira em Lisboa do FEM TOUR TRUCK – Festival Internacional de Videoarte e Activismo Feminista, convida à participação na exibição da mostra de filmes de cariz feminista a decorrer no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) no próximo Sábado,  24 de Setembro, entre as 20h e as 23h.

Esta mostra aborda problemáticas como a violência de género, problemas de identidade, estereótipos e corpos colonizados, dando ênfase na visibilização de uma mulher forte, empoderada, livre e dona de si mesma.

A FEM TOUR TRUCK circula num camião que já percorreu as cidades de Bilbau e de Madrid, e que percorrerá esta semana Covilhã e Lisboa (Portugal) para depois seguir caminho para Valência, Barcelona, Vitória, chegando posteriormente a cidades da Colômbia, Equador e Perú.

 A organização deste evento é da Guerrilla Food Sound System e da MAV – Mujeres en las Artes Visuales.

Em Portugal conta com as parcerias da Associação CooLabora na Covilhã e da UMAR na cidade de Lisboa.

Ver aqui mais sobre esta mostra de filmes.

Contamos com a vossa presença, neste evento único! Entrada livre.
fem-truck-lisboa

SEX, 5 de Dezembro, 18h30 // Exibição do documentário “Partir do Zero”

Convite para o visionamento no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) na próxima 6ª feira, 5 de Dezembro pelas 18h30, do documentário “Partir do Zero” realizado por Margarida Cardoso no âmbito do projecto “ISI – Informar e Sensibilizar para a Intervenção Contra a Violência de Género”, promovido pela associação UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta.

Para este evento, contamos com a presença da realizadora Margarida Cardoso e o comentário de Dália Costa, Professora no ISCSP – ULisboa e vice-coordenadora do CIEG – Centro Interdisciplinar de Estudos de Género.

10409600_10152698295659760_4619815739500082758_n