A UMAR é parceira do Olhares do Mediterrâneo – Women’s Film Festival

É com muito prazer que a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta através do nosso Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) se associa ao Olhares do Mediterrâneo – Women’s Film Festival, o 1º Festival de Cinema em Portugal dedicado à cinematografia feita por mulheres do Mediterrâneo, com edições anuais desde 2014.

Nesta 7.ª edição, a decorrer entre 23 e 30 de Novembro em Lisboa, o CCIF/UMAR participará em dois momentos deste marcante festival!

Esta 4.ª FEIRA, 25 NOV no Cinema São Jorge, Sala 3, após a exibição às 15h00 dos filmes “The Bush School” (Emanuela Zuccalá) e “I Am de Revolution” (Benedetta Argentieri) participaremos às 17h00 na Mesa Redonda “O Direito de Ter um Corpo Inteiro, Direito de ser Livre” com antropóloga Clara Carvalho e as realizadoras destes 2 filmes que tratam das temáticas da mutilação genital feminina (Libéria) e, mais em geral, dos direitos humanos das mulheres.

Participação do CCIF/UMAR, com Janica Lopes N’Dela e Olímpia Pereira, nesta Conversa/Debate com as realizadoras

Na 6.ª feira 27 NOV às 17h no Cinema São Jorge, Sala 3 poder-se-á visualizar os filmes: “Cellfie“, de Débora Mendes (PT); “The Load“, de Gaia Giapponesi (IT) e “Eva Wishes“, de Lisa Diaz (FR).

Seguidamente, às 18h30, participaremos na Mesa Redonda “Gravidez? Talvez. Entre escolha, desejo e controlo social“, um debate sobre a gravidez nas suas articulações com os discursos de controlo social, totalitarismo e liberdade com as três realizadoras.

Participação do CCIF/UMAR com Joana Sales, nesta Conversa/Debate com as realizadoras

Mais informações sobre esta programação, aqui: Programa dia a dia | Olhares do Mediterrâneo (olharesdomediterraneo.org)

Não percam as fantásticas obras realizadas por mulheres da zona do Mediterrâneo que este Festival nos dá a possibilidade de descobrir.

TER, 12 MAI 17h // Conversas Soltas: Cultura e Crise

Para a próxima semana, o Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR), em continuidade do ciclo “Conversas Soltas”, de debate e troca de experiências sobre assuntos que afectam as mulheres na actualidade, dedicará a próxima tertúlia na 3ª feira, 12 de Maio, às 17h à problemática da Cultura e Crise, com ênfase na precariedade, desafios e resistência neste sector.

Para enriquecer esta conversa, moderada por Joana Sales, teremos as seguintes participações:

Cristina Carvalheira: fundadora da Legendmain Films

Dalila LaMour: palhaça, poetisa e educadora social

Margarida Barata: actriz e dirigente do CENA-STE – Sindicato dos Trabalhadores de Espectáculos, do Audiovisual e dos Músicos

Solicitamos inscrição para o e-mail centroculturafeminista@gmail.com ou por mensagem privada nas nossas páginas de Facebook e Instagram (umar_feminismos) e, um pouco antes do início, será enviado o link de acesso às pessoas inscritas.

Saudações feministas da UMAR!

Nota sobre o falecimento de Luís Ribeiro

Foi com tristeza que Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) soube no passado dia 3 da súbita e totalmente inesperada morte de Luís Ribeiro, Professor no Instituto Superior Técnico, um cientista e activista ambiental ímpar e um cidadão solidário de várias causas emancipatórias.

Amigo da UMAR e do nosso centro, Luís Ribeiro, enquanto cinéfilo e melómano comprometido com as questões da igualdade de género, contribuiu entre 2011 e 2015 para a programação cultural do Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR), tendo co-coordenado os 2 primeiros Ciclos de Cinema CineMulheres; co-organizado a sessão “Mulheres Compositoras do séc. XII ao séc. XXI” e participado no evento do 39.º Aniversário da UMAR com a dinamização de um momento sobre as mulheres na história da música.

Luís Ribeiro a dinamizar uma sessão sobre mulheres na história da música no CCIF/UMAR.
Setembro de 2015

Um muito obrigada Luís Ribeiro pela tua solidariedade e generosidade com que partilhaste momentos culturalmente muito ricos, tendo apoiado a realização de eventos de grande qualidade, de reflexão e de resgate da memória das mulheres na cultura – enquanto autoras e/ou protagonistas.

As nossas sentidas condolências à família, nomeadamente à sua mulher e associada da UMAR, Fátima Quitério.

SÁB, 29 FEV 19H // Mostra FEM TOUR TRUCK – Festival Itinerante de Videoarte Feminista no CCIF/UMAR!

As actividades culturais do Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) terminarão este segundo mês de 2020 com uma mostra de curtas feministas e queer, da 2.ª edição do FEM TOUR TRUCK – Festival Itinerante de Videoarte Feminista, no Sábado 29 de Fevereiro.

Esta sessão de projecção de pequenos filmes feministas, oriundos de diversos países (legendados em português) serão complementados com as participações via videoconferência de Alejandra Bueno e de Ruben Castillejote, artistas do País Basco.

Será a terceira vez que a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta e Guerilla Food Sound System organizam um evento deste Festival em Lisboa.

Apoios: CCIF/UMAR, Governo Basco, Fábricas de Creación, Cocina de Guerilla Sulkaldea, Instituto Etxe Pare.

QUI, 23 JAN 18H //Capernaum de Nadine Labaki

Na próxima 5.ª feira 23 de Janeiro às 18h, o Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) em Lisboa/Alcântara promoverá uma sessão de visualização do premiado e impactante filme “Capernaum” de 2018, da realizadora libanesa Nadine Labaki.

Uma história cheia de significado politico, apresentando actores/actrizes não profissionais, sobre uma criança libanesa de 12 anos que põe um processo judicial contra os seus pais.

O filme, focado nos constantes e diversos atropelos aos direitos das crianças (indocumentadas, emigrantes, apátridas e refugiadas) e nos desafios destas pela sobrevivência nas ruas de Beirute, ganhou em 2018 o prémio do júri do Festival de Cannes – tendo Nadine Labaki sido a primeira realizadora árabe a consegui-lo!


undefined

Uma potente chamada de atenção para estas realidades e que literalmente já mudou vidas, nomeadamente a do protagonista principal, um pré-adolescente refugiado sírio que vivia num bairro de lata de Beirute, a conseguir asilo na Europa. ♥

Esta obra ganhou os 1.ºs Prémios de Melhor Fotografia nos Festivais de Cinema de Sarajevo, Melbourne, San Sebastian, Cagliari e Miami Gems; Grande Prémio do Público de Mill Vallly; entre outros. Obteve nomeação ao Oscar 2019 (como melhor filme estrangeiro) e ao Prémio British Academy of Film and Television Arts (BAFTA) de 2019.

Trailer oficial: https://www.youtube.com/watch?v=ULUo0048xZE

M/12 | Filme em árabe, legendado em português | 126 min.

Entrada livre!

E é com 2 eventos que o CCIF/UMAR termina o chuvoso mês de Novembro….

Informamos que o nosso Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) em Lisboa apoiará a realização de duas actividades na tarde deste Sábado, 30 de Novembro.

– Às 15hconversa de carácter intimista e informal sobre a Violência contra as Mulheres, organizada pela Together 2 Change.

– Às 18h, a exibição seguida de debate do documentário School of Hope, que mostra a luta pela sobrevivência através da educação de jovens e crianças em Islamabade, no Paquistão, com a realizadora Helena Maria da Costa. Um debate importante sobre a realidade diária destas crianças e a sua esperança num mundo melhor. Uma iniciativa da SERVAS Portugal – Associação Portas Abertas.

A entrada é livre. Contamos contigo!

Programação do CCIF/UMAR para Junho e Junho 2019!

O calor aperta… mas… antes que se abra a época tradicional de férias, teremos ainda algumas actividades em Junho e Julho no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) e duas sessões do CCIF/UMAR Fora de Portas!

Ver infra o nosso folheto:

Programação ccif jun-jul 2019.Lembramos que, como em todos os anos, que não faremos qualquer pausa no Verão e manteremos o nosso funcionamento, estando sempre de portas abertas nos dias úteis e, aos fins de semana, em caso de actividades culturais pré-agendadas. O nosso centro de documentação também continuará aberto para consulta presencial e gratuita.

 

Saudações feministas da UMAR

O CCIF/UMAR dá as muito boas-vindas ao Festival Feminista de Lisboa 2019!

O próximo mês de Maio será de arromba no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) com uma programação muito intensa e diversificada!

À semelhança do ano passado, onde o CCIF/UMAR acolheu um workshop no âmbito do 1.ª Festival Feminista de Lisboa, este ano, no âmbito de uma fantástica parceria, acolheremos cinco iniciativas do 2.ª Festival Feminista de Lisboa que decorrerá durante o mês de Maio subordinado ao tema “Feminismos: a luta no quotidiano”.

Parceria CCIF_UMAR e Festival Feminista de Lisboa 2.ª Edição-1

Actividades conjuntas do Festival Feminista de Lisboa, Maio de 2019, no CCIF/UMAR:

Mais informações no decorrer do próximo mês e/ou consulta-nos no nosso facebook  da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta.

Entrada gratuita para todas as actividades.

Ciclo de Workshops “O Olhar Feminino: uma nova linguagem cinematográfica” em Outubro. Inscrições abertas

O próximo mês será marcado pelo ciclo de 4 workshops nos dias 9, 12, 16 e 19 de Outubro, entre as 19h e as 21h, a realizar em Lisboa/Alcântara no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR)O Olhar Feminino: Uma Nova Linguagem Cinematográfica” que examina de forma transversal o conceito de Olhar Feminino no Cinema.

42182335_10156260845959760_7983840154492076032_n

Este conceito centra-se na sua conexão com o ponto de vista cinematográfico e a ideia do Filme como um universo único, com uma linguagem e mensagem próprios. Nele desenvolvem-se os conceitos de Olhar Masculino (Male Gaze), Olhar Oposicionista, Olhar Feminista e o Olhar Feminino (Female Gaze).

Através da apresentação de diferentes olhares, pontos de vista e linguagens cinematográficos, o workshop pretende apresentar as ferramentas teóricas e práticas necessárias à criação e construção de uma linguagem própria, enquadrada em novas formas de contar no cinema.

Sofia Montelobo

SOFIA MONTELOBO é formada em Realização de Documentário pela EICTV de San Antonio de los Baños, Cuba e Mestre em Direito pela FDUL. Trabalha há quatro anos na área Audiovisual, em Cuba e no Peru, e recentemente regressou a Portugal.

CV completo: http://sofiamontelobo.tumblr.com/post/170923683512/reel-new-reel-under-construction-cv-educaci%C3%B3n

INSCRIÇÕES OBRIGATÓRIAS para: sofiamontelobo@gmail.com

 

QUA, 1 Agosto, 19h00 // Pré-Lançamento em Portugal do documentário brasileiro PRIVILÉGIOS

Iniciaremos o mês de Agosto no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) com a estreia nacional do documentário brasileiro “Privilégios” que aborda questões relevantes sobre os privilégios existentes na sociedade e traz uma chamada para a reflexão de temas que abrangem as relações vinculadas às dinâmicas de género, raça e classe.

Seguir-se-á um debate com a participação da realizadora Rosa Miranda.

Privilégios 01082018

Entrada livre.

Evento, aqui.