QUI, 22 Maio, 18h30 // Cine-debate com exibição do filme “Que bom te ter viva” de Lúcia Murat

No âmbito do 50º aniversário do golpe militar no Brasil de 1964, o Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) vem assinalar e reforçar o papel das mulheres brasileiras na luta contra a ditadura militar, exibindo, na próxima 5ª feira, 22 de Maio às 18H30, o premiado filme “QUE BOM TE TER VIVA” (1989), de Lúcia Murat.

Seguir-se-á um debate com as ex-resistentes Heliana Bibas e Sílvia Montearroyos.

Esta iniciativa à qual a UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta e o Centro de Cultura e Intervenção Feminista CCIF/UMAR aderem, integra-se na programação «Para não esquecer 1964 e a ditadura militar brasileira», organizada pelo CLEPUL da Universidade de Lisboa e a Casa do Brasil de Lisboa.

ENTRADA LIVRE!

Cilque na imagem para AUMENTAR
Cilque na imagem para AUMENTAR
Anúncios

Adiamento da sessão de dia 23 de Abril 2014 para Junho

A sessão prevista para o dia 23 de Abril 2014, no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) no âmbito do ciclo “40 anos após Abril” da Universidade Feminista foi ADIADA para Junho, em data a marcar, por impedimento pessoal das duas palestrantes: Helena Neves e Maria José Magalhães.

Logo que possível, divulgaremos a nova data para a sessão “40 anos após Abril: transformações nas relações entre sexos – intimidades e poderes.”

Neste seguimento, a próxima sessão decorrerá a 30 de Abril 2014 às 18h30: “40 anos após Abril: a participação política e o acesso ao poder” com a investigadora Maria Helena Santos, a ex-deputada Ana Drago e a investigadora Maria Antónia Pires.

Contamos convosco!

40 anos apos abril
Programa do ciclo: “40 anos após Abril – evoluções e continuidades”

 

 

Dias 16 e 17 de Abril no CCIF/UMAR…

Esta semana, o Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) contará duas iniciativas nos dias 16 e 17 de Abril.

No dia 16 de Abril (4ª feira), pelas 18h30, decorrerá a 2ª sessão do ciclo “40 anos após Abril – evoluções e continuidades” da Universidade Feminista.

A sessão versará sobre Educação e Cultura contando com as participações de Maria Emília Brederode Santos (especialista em Ciências da Educação) e de Ana Maria Bettencourt (docente na Escola Superior de Educação de Setúbal). Inscrições para universidadefeminista@gmail.com

A pré-abertura do Óprima 2014 é já no dia 17 ed Abril no CCIF/UMAR! Vemo-nos lá? :)
A pré-abertura do Óprima 2014 é já no dia 17 de Abril no CCIF/UMAR! Vemo-nos lá? 🙂

No dia 17 de Abril (5ª feira) , pelas 17h30 terá lugar um encontro com activistas feministas sobre intervenção, austeridade e feminismo na Europa, com a participação de Muriel Nassens e Pascal Guyot (França) e Jordi Forcadas (Barcelona). Entrada Livre!

Iniciativa no âmbito do Óprima! – Encontro de Teatro do Oprimido e Ativismo a realizar-se de 17 a 22 de Abril na Arrentela (Seixal). Organização: KSK da Arrentela, NTO-Braga, Marcha Mundial das Mulheres Portugal e Tartaruga Falante.

17 de Abril 2014 pelas 17h30 no CCIF/UMAR. Encontro com activistas feministas sobre intervenção, austeridade e feminismo.
17 de Abril 2014 pelas 17h30 no CCIF/UMAR. Encontro com activistas feministas sobre intervenção, austeridade e feminismo.

Lembramos que a 1ª edição do Ó Prima! Encontro de Teatro do Oprimido e Ativismo decorreu de 16 a 21 de Fevereiro de 2012 e teve o Centro de Cultura e Intervenção Feminista como um dos locais de acolhimento.A UMAR foi uma das associações envolvidas na sua organização.

Mais info em: oprima.wordpress.com
https://www.facebook.com/encontrooprima

40 anos após Abril: Memórias da Resistência e do PREC

É já amanhã, dia 9 de Abril às 18h30, que se inicia no Centro de Cultura e Intervenção Feminista o 4º ciclo da Universidade Feminista “40 anos após Abril”!

A sessão “Memórias da Resistência e do PREC” contará com a participação de:

 – Diana Andringa, jornalista;

– Isabel do Carmo, médica; 

– Irene Rodrigues, ex-livreira da Livrelco e da Opinão;

– Maria Viegas,  socióloga e ex-técnica do SAAL.

Inscrições para: universidadefeminista@gmail.com

40 anos após Abril: evoluções e continuidades

O programa do 4º ciclo da Universidade Feminista, dedicado aos 40 anos do 25 de Abril de 1974, terá quatro conferências no Centro de Cultura e Intervenção Feminista CCIF/UMAR nos dias 9, 16, 23 e 30 de Abril de 2014, sempre às 4ªas feiras, das 18h30 às 20h30. Imperdível!

Inscrições para: universidadefeminista@gmail.com

40 anos apos abril